Seguidores

segunda-feira, 25 de junho de 2012

DEPOIMENTO: Minha amiga Guerreira Leandra Migotto Certeza*





por Leandra Migotto Certeza*
Sou Leandra Migotto Certeza. Nasci em 1977. Os médicos disseram que eu não iria sobreviver.
Já no útero da minha mãe tive várias fraturas. Minha deficiência física era desconhecida, rara e grave. Hoje, muitas crianças com “ossos de vidro” vivem sem dor e com autonomia.
Eu tive mais de 50 fraturas. Andei com 5 anos, e parei aos 7. Voltei a andar e aprendi a nadar com 14, e hoje me locomovo em uma cadeira de rodas com muita independência.
Minha infância foi muito alegre. Brincava na areia, de pega-pega, e corre cotia, andando de bundinha no chão. Meus amiguinhos nunca me deixavam de fora da diversão. Dos 5 aos 6 anos, vivi doces anos de criança feliz.
Tenho 96 cm, sou jornalista desde 1999, e vou me casar com a minha alma gêmea, Marcos dos Santos. Sou muito feliz no amor! Estou apaixonada.
Quando tinha 7 anos estudei em uma sala especial de um colégio público que segregava os alunos com deficiência dos demais por uma grade de ferro, como se eles tivessem uma doença contagiosa. O nosso pátio era escondido, e entrávamos pelos fundos da escola.
Eu sempre tive muita força de vontade para saber crescer em um corpo diferente do que a sociedade convencionou como padrão. Tive 6 namorados, e tenho muitos amigos e amigas fiéis.
A fase mais difícil da minha vida foi na adolescência. Todos os garotos sempre viravam o rosto para não me beijarem. Uma ginecologista enfiou um livro de anatomia na minha frente, e disse que eu não podia fazer nada com o meu corpo!
Contei com o fundamental apoio da família e dos verdadeiros amigos, mas ainda enfrento MUITOS preconceitos, todos os dias, por várias pessoas, e por todos os lados.
Ganhei madalhas em campeonatos de natação, desfilei 5 vezes em escolas de samba, andei de moto, viagei sozinha para o Peru, e com o meu noivo para praia, várias vezes. Fiz vários cursos, subi muitas escadas na faculdade, carreguei mochilas muito pesadas e dancei noites inteiras.
Participei sempre das baladas e festas, bebi bastante até cair, assisti muitos shows, filmes e peças de teatro, vi várias exposições de arte, e trabalhei como educadora em outras.
Fui revisora de textos, monitora educacional, colunista, repórter, atendente, recepcionista, e hoje sou jornalista, e aprendiz de escritora.
Recebi dois prêmios pelo meu trabalho como jornalista: um na Colômbia, por meu depoimento sobre educação para todos, e outro no Peru, pelo projeto de fotos em equipe: “Fantasias Caleidoscópicas”.
Tornei-me uma forte ativista pelos Direitos Humanos das Pessoas com Deficiência, já fiz fotos sensuais, e coordeno um projeto sobre a sexualidade das pessoas com deficiência, um dos maiores tabus que ainda existem na sociedade.
Sou feita de honestidade, humildade, solidariedade, ética, companheirismo, sinceridade, amizade, simplicidade, energia positiva, força de vontade, carinho, lealdade, fidelidade, garra, corragem, e principalmente, fé no ser humano.
Sou eternamente e absolutamente contra: qualquer forma de discriminação, preconceito, racismo, homofobia, hipocrisia, injustiça, corrupção, sacanagem, falta de caráter e ética, desonestidade, maldade, traição, humilhação, hierarquia, prepotência, arrogância, ganância, e falta de esperança.
Gosto muito do cheiro de terra molhada, comida feita em casa com amor, barulho de criança e bate papo de amigos, alegria de familia reunida, pôr do sol, mar, praia, sexo, chocolate, silêncio, olhar doce de crianças e idosos, vibração de jovens, livros, e mais livros, palavras e mais palavras…
Não sou melhor ou pior do que qualquer ser humano. Hoje busco minha autonomia financeira, equilíbrio emocional, paz interior, e auto-conhecimento.
Sou muito auto-crítica, solidária, intensa, verdadeira, forte, ‘justiceira’, libidinosa, transparente, alegre, e companheira. Gosto de uma boa briga, falo pelos cotovelos, amo discutir ideias, trocar experiências, e viver cada dia como se fosse o único e o último.
Pra mim a diversidade faz parte da vida!
O que mais gosto de fazer é escrever. Eu amo viver!
“Em uma estrela, um brilho
Em princípio inatingível
ofuscado pelo vidro
oprimido, impedido
Ilhado por sentido
fundo, profundo
Dentro de si mesmo.”
________________________
Sobre a autora:
Leandra Migotto Certeza, jornalista da Caleidoscópio Comunicações, repórter voluntária da Rede Saci - www.saci.org.br www.saci.org.br; ativista em direitos humanos das pessoas com deficiência da www.conectas.org Link abrirá em uma nova janela ou aba., e voluntária da Associação Brasileira de Osteogenesis Imperfecta – www.aboi.org.br Link abrirá em uma nova janela ou aba., e autora do Blog Caleidoscópio –http://leandramigottocerteza.blogspot.com Link abrirá em uma nova janela ou aba. .Tels:  55 (11) 3453-5370 – Cel: 55 (11) 8697-9067 55 (seg. à sext. das 9hs às 20hs).
“O verdadeiro revolucionário é movido por grandes sentimentos de amor”
Che Guevara“ Enquanto houver injustiça e miséria, todo homem deve ser um revoltado”
Albert Camus

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...