Seguidores

terça-feira, 16 de outubro de 2012

Educação inclusiva beneficia crianças especiais...




Muitos pais temem colocar seus filhos portadores de necessidades especiais em escolas regulares. 
Contudo, estudo realizado na Faculdade de Educação na Universidade de São Paulo (FE/USP) 
mostra que a inclusão no ensino regular pode proporcionar benefícios ao desenvolvimento 
dessas crianças.
O estudo, que recebeu o Prêmio Capes de Teses 2011 na categoria educação,
 é obra da professora Mônica Rahme e foi realizado em uma escola pública integral de Belo Horizonte,
em Minas Gerais. A instituição tem uma proposta de trabalho que visa à integração
 de crianças especiais, assim como de trabalhar questões étnico-raciais, de gênero e de sexualidade.
A análise foi realizada a partir de um estudo de caso de um garoto com necessidades especiais,
 que tinha quatro anos quando começou a frequentar a instituição de ensino. Nessa fase, 
a criança era totalmente dependente, não comia e não andava sozinho. Durante o ano letivo, 
a pesquisadora avaliou a interação do garoto com os colegas através de entrevistas gravadas
 e filmagens da interação entre as crianças. As cenas das filmagens eram mostradas a todos
 e o aluno com necessidades educacionais especiais, apesar de não falar muito, assistia 
e participava das atividades, junto aos demais.
Por meio das observações, a pesquisadora percebeu que o aluno com necessidades especiais
 interagia com os colegas, o que mostra efeitos terapêuticos da inclusão: as demais crianças
 o convidavam para participar das brincadeiras e tinham a capacidade de perceber 
quando ele se sentia incomodado com alguma coisa, como quando tinha a necessidade 
de ir ao banheiro, ou sentia fome, sede ou frio.
A proposta de educação inclusiva visa que todas as crianças, com e sem necessidades
 especiais, estudem na mesma escola.  Contudo, o aluno especial deve ser trabalho
 individualmente, mas de modo articulado a todo o grupo da sala de aula
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...