Seguidores

domingo, 7 de outubro de 2012

Análise rápida de 3 rampas...ACESSIBILIDADE JÁ!!!


Quando eu pergunto se o lugar é acessível, a resposta que sempre tenho é:“sim, tem rampa!”
Mas será que a solução é sempre uma rampa? Resposta: não. Existem vários outros itens nas 97 páginas da Norma de Acessibilidade que também precisam ser levados em consideração.
De qualquer forma, as rampas facilitam muito o acesso se bem executadas. Para ilustrar, vamos analisar 3 casos:
Primeira rampa. Aparentemente adequada.

Essa primeira rampa parece ter inclinação correta até a gente ver uma pessoa de cadeira de rodas usando. O correto é 8,33% e está com 10%. Parece pouca diferença, mas o esforço é muito maior. Além disso o corrimão deveria ser de duas alturas, e com a largura correta, de no máximo 4,5cm.
É importante ter iluminação natural nas rampas, que as paredes não tenham texturas agressivas, que tenha contraste entre piso e parede, etc.

Segunda rampa. Inclinação adequada.
Nessa segunda rampa observamos que o piso é escorregadio com o agravante de estar posicionada em um local quase descoberto. Além da inclinação estar adequada, não basta se não for antiderrapante. Por isso o improviso.
Deveria também tem corrimão dos dois lados e estar sinalizada com piso tátil de alerta no início e no final.
Enfim, faltou projeto e dispor melhor o mobiliário. A intenção é muito boa, já que não são todos os lugares que se preocupam com seus degraus.

Terceira rampa. Inclinada e escorregadia.
Além de estar com inclinação de aproximadamente 15%, é escorregadia. A largura não está adequada e mesmo assim foi instalada uma porta de correr que diminui mais a largura da rampa.
Este tipo de corrimão é inadequado, está com altura inadequada e não tem prolongamento.
Antes e depois de toda rampa deve-se prever um espaço para o patamar. Nesse caso, se a pessoa está descendo a rampa e a porta está fechada, sua abertura fica dificultada, já que não possui patamar e a rampa está com inclinação inadequada.
Para adequar essa rampa a obra não é fácil, pois precisa aumentar a largura da rampa (tem espaço), projetar um patamar logo depois da porta de acesso e mudar o revestimento.
——
Concluindo: não basta ter uma rampa se ela não der conforto, segurança e autonomia para todas as pessoas
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...