Seguidores

quarta-feira, 11 de julho de 2012

Entrevista com Regina Espósito, apresentadora do Programa “Aqui você faz o show


Caro leitor,
 Numa manhã do dia 12 de julho de 1958,  nascia Regina Espósito. Amiga, romântica, dedicada a família e amorosa, assim é a paulistana Regina. Casada, mãe, avó… Conheça a linda história de superação dessa grande mulher.
Regina Espósito e seu marido mágico Samult na casa em Atibaia
Regina Espósito e seu marido mágico Samult na casa em Atibaia
Deficiente Ciente: Qual o grau da sua Osteogênese Imperfeita ou “Ossos de vidro”, como é geralmente conhecida?  Conte-nos um pouco sobre essa síndrome.
Regina Espósito: Sou portadora da Osteogênese Tipo Um.  Sou a primeira filha e na sequência a cada 4-5 anos minha mãe teve heroicamente mais três… Eu, Regina Helena Espósito, depois Renato Luiz Espósito (falecido a um ano de câncer), Nelson Francisco Espósito Jr. e minha irmã caçula, Roseli Espósito Mazza que mora em Itajaí, Santa Catarina.
Aos 9 meses minha mãe percebia que eu não ficava erguida como os outros bebês e  achava que algo estava errado, mas nada mostrava algo preocupante. Com um ano comecei a andar e veio a primeira fratura no fêmur, ao cair sentada na cozinha. Após oito meses com gesso na bacia, ele foi retirado e comecei a andar com dois anos e meio. Minha mãe notou que minhas tíbias estavam curvadas e levou-me a um conceituado ortopedista, professor Marino Lazzareschi, que diagnosticou a doença… Assim fui crescendo, fraturando e fazendo muitos tratamentos na A.A.C. D, HOSPITAL SÃO PAULO, STA ISABEL, HOSPITAL DAS CLÍNICAS, CLÍNICAS DE FISIOTERAPIAS, HIDROGINÁSTICAS, etc… Mas sempre tratada normalmente entre meus irmãos, porém com muito cuidado e pelo medo de que houvesse mais fraturas. Mesmo com todos os cuidados possíveis… eu quebrava (risos)!!! Atualmente tenho 58 fraturas!!
As piores fraturas são das juntas, tipo: fêmur, joelho, tornozelo, cotovelo, pois estes são muito difíceis a recuperação. Todas doem demaisss e são traumáticas, sofri muito com as minhas fraturas tendo dores horríveis, vindo a tomar morfina para aliviar as dores.
Fiz 23 cirurgias de correções ósseas no fêmur, joelho e tíbias. Coloquei hastes nas tíbias de platina, fiz uma osteotomia valgizante no colo do fêmur, e recentemente fiz uma cirurgia delicada no joelho e fêmur devido a um tombo banal em que fraturei o joelho e o fêmur. Foram colocados placas de titânio, pinos, porcas, parafusos, e tudo que deveria ser colocado para que eu pudesse voltar a andar… Andava normalmente, somente depois desta queda estou andando com um par de muletas canadenses, pois o meu joelho da perna esquerda não dobra mais.
D.C.: Qual foi a reação de sua família? Alguém mais tem osteogênese?
R.E.: Meu caso é raro, pois meus pais não são portadores e nem meus irmãos. Todos da minha família são grandões, têm um metro e setenta e cinco para cima, entretanto eu sou pequenina, tenho um metro e quarenta, devido a Osteogênese.
A reação da família sempre foi me ver como uma criança normal, mas cercada de cuidados, principalmente minha mãezinha que a cada fratura sofria junto comigo quando via as dores e cirurgias que eu precisava ser submetida. E meu paizinho querido que sempre me carregou engessada no colo, transportando-me para onde fosse necessário, também sofria com tudo isso.
D.C.: Como são tratadas essas fraturas?
R.E.: Faço acompanhamento com meu ortopedista Professor Dr. José Soares Hungria Neto. Trato com ele desde 1988 em sua clinica em Moema. Fiz muitas cirurgias corretivas com este médico, mas sempre procuro fazer fisioterapia, pois elas são muito importantes a todos portadores, ajudando-nos em tudo e minha alimentação é muito equilibrada em frutas, verduras, legumes, queijo, leite batido com frutas pela manhã. Faço também caminhada, sou muito ativa, mas… TOMO MUITO CUIDADO PARA NÃO CAIR, BATER MEUS BRAÇOS, POIS POSSO FRATURAR FACILMENTE!
D.C.: O que diria a uma mãe que tem um (uma) filho (a) com a osteogênese?
R.E.: DÊ A SEUS FILHOS MUITO AMOR, ATENÇÃO, DEDICAÇÃO, CUIDADOS NECESSÁRIOS COM MÉDICOS, FISIOTERAPIAS, PORÉM DEIXE QUE ELES ESTUDEM, PARTICIPEM, ATUEM DA MELHOR FORMA POSSÍVEL COMO SER HUMANO, MOSTRANDO O POTENCIAL QUE SEU FILHO TEM MESMO COM ESTES OSSOS TÃO FRÁGEIS… E QUANDO HOUVER FRATURA, SAIBA IMOBILIZAR PARA SOCORRÊ-LO PARA QUE AS DORES NÃO POSSAM SER TÃO TRAUMÁTICAS. A IMOBILIZAÇÃO QUE AJUDA MUITO.
Regina Espósito
D.C.: Como foi apresentar o programa “Aqui você faz o show”. Conte-nos sobre esse trabalho.
R.E.: Bem, na TV Orkut do jornalista, jurado do SBT e Presidente da TV Web, Sr. Petrucio Melo, tive a honra de ter um programa de duas horas. Um programa de TV todo meu, no qual dei oportunidade a muitas pessoas que eu entrevistei para conhecerem e ingressarem no mundo da TV Web. Entrevistei humoristas, dançarinos, médicos, professores, grandes pessoas no mundo da literatura de vários estados brasileiros, cantores, bandas, músicos, pessoas com deficiência… Cito alguns nomes como o do professor de dança Renato Galhardo, que dei uma oportunidade de apresentar-se em meu programa e depois conseguiu seguir seus passos. Dei o ombro amigo também a Barjon de Mello, que teve um programa maravilhoso, chamado “Meu Momento com Você”. Dei oportunidade a Nette Salmah, uma dançarina de dança do ventre que teve seu próprio programa chamado “Questão de Mulher”. Teve também, a boneca Mika que teve um programa lindo infantil… E muitos outros que estão seguindo seu rumo no mundo da TV Web que é extraordinário. Durante a trajetória de cada um acabei me tornando madrinha deles. Todos os programas que fiz sempre levei pessoas com propósitos e objetivos bons para a sociedade e também fiz grandes amigos como o Sr. Adão Nonato da Uni- Luz, Padre Ney, a cigana dançarina nutricionista (Ana Girasoli), entre outros. Também conheci o meu querido amigo Presidente do Movimento Inclusão Já, VALDIR TIMÓTEO, que faz um trabalho que deveríamos aplaudir de pé sempre, pois luta com muita garra para que nós pessoas com deficiência, possamos ter uma sociedade mais justa.
Meus trabalhos estão no YouTube, colocando no Google Regina Esposito, todos conhecerão …
Através dos meus programas, fui fazer uma matéria no Shopping Plaza Osasco, e ali conheci meu atual marido Samult Mágico, que estava filmando minha reportagem naquele dia. No dia 25/07 completaremos dois anos de casados. Estou feliz demais e essa união está no YouTube (UNIÃO REGINA ESPOSITO E MÁGICO SAMULT), e fizemos uns programas juntos também.
Regina Espósito entrevistando Mara Melges e Marcelo Madson
Regina Espósito entrevistando Mara Melges e Marcelo Madson
D.C.: Qual sua opinião a respeito da acessibilidade? O que ainda precisa ser feito?
R.E.: Realmente precisa ter acessibilidade em tudo, e acima de tudo RESPEITO, muito RESPEITO com as pessoas com deficiência. Mas isto tem que começar por nossos governantes, colocando brinquedos adaptados, calçadas mais apropriadas, metrô com acessibilidade para entrarmos nos vagões, mais transportes, rampas em lugares públicos, banheiros adaptados… É necessário ter CONSCIÊNCIA ao criar um patrimônio publico dando o direito também ao deficiente de participar, usar e entrar… Entende???  Entre outras tantas coisas que se eu relatar aqui, não termino esta entrevista… (risos).
D.C.: Atualmente quais são seus projetos?
R.E.: Tenho vários blogs. Convido a todos os amigos leitores a participarem deles! O bloghttp://reginahelenafreu.blogspot.com.br/ é um blog pessoal onde transmito mensagens, momentos entre outras coisas… Tenho também o blog do Programa “Aqui Você Faz O Show”, onde falo sobre as celebridades entre outros assuntos da mídia   e o blog que eu fiz recentemente sobre a Osteogênese Imperfeita, Anjos de Cristal, onde relato de tudo um pouco sobre pessoas com O.I. . Nesse blog conto minha história de vida e mostro que TUDO PODEMOS QUANDO TEMOS GARRA, FÉ, FORÇA DE VONTADE E AMOR. Eu sempre digo… ”EU SOU, EU QUERO, EU POSSO, PORQUE TENHO AMOR E O AMOR REGE O UNIVERSO!!”.
Estou dando um tempo, mesmo participando de eventos no qual sou convidada. Recebi algumas propostas de TV Web, Rádio, mas ainda não decidi o que poderei voltar a fazer, pois tenho projetos em vista, mas quero ter certeza do que vou fazer, pois lidar com o público requer atenção, respeito e saber muito bem o que está fazendo para sair bem feito e poder transmitir o melhor para o próximo que nos assiste.
Regina e família
Regina e família
D.C.: Como é sua relação com filhos e netos? O que eles aprendem com você e vice-versa?
R.E.: É gratificante ser mãe. Sou mãe de três filhos: Rene, Rone e Gabrielle.
Rene nasceu prematuro de sete meses, parto fórceps. Rone nasceu de nove meses, mas tive que fazer repouso e tomar injeções para não nascer prematuro e nasceu de uma cesárea. Todos dois saudáveis. Fui casada durante 33 anos. Namorei, noivei e casei de véu grinalda, tudo certinho como sonhava. O pai de meus filhos faleceu vítima de um A.V.C., ele não tinha Osteogênese.
A minha filha Gabrielle nasceu do meu coração, chegando em casa com dois dias de vida e foi o maior presente que Deus poderia ter me dado, pois não é fácil educar, criar, ensinar a andar, falar, escrever, cuidar dos nossos filhos sendo uma pessoa sem deficiência, agora imagine eu sempre “quebrada”??!! Hoje só tenho a agradecer a Deus, meus pais, meus irmãos queridos, tios, primos amigos lindos e a todos que sempre foram solidários comigo, compreendendo minha doença genética e limitações, ajudando-me a cada queda e me erguendo novamente. Tive a honra de ser mãe das três formas: parto normal, cesárea e uma adotiva que é a menina dos meus olhos…
Meus netos: Isabelle, Caroline, Lucas, Gabriel e tem mais um a caminho… Eu só quero dizer que VALEU SER ESTA VOVÓ ASSIM COM OSSOS DE VIDRO, que ama fazer bolos, doces pra vocês e ver estes sorrisos lindos… Receber o abraço carinhoso de cada netinho fofuxo do meu coração, ver em vocês que TUDO, mesmo diante de tantas dores e sofrimentos, VALE A PENA VIVER!!
E sei que todos eles aprendem muito comigo, principalmente QUANDO TEMOS GARRA, FÉ, FORÇA DE VONTADE E AMOR… TUDO É POSSÍVEL!!!
Obrigada minha querida amiga por esta oportunidade, e ainda quero poder te dar um abraço carinhoso desejando desde já a você, Vera Garcia, saúde, sucessos, realizações mil em sua vida e parabéns por seu trabalho maravilhoso em seu portal…
Com Carinho,
Regina Esposito
Regina, Padre Ney e Grupo Uni Luz Cigana Vida Oráculos do Sol
Regina, Padre Ney e Grupo Uni Luz Cigana Vida Oráculos do Sol
Regina Espósito e palhaço Amendoim
Regina Espósito e o palhaço Amendoim

Regina Esposito

Obrigada por esta matéria minha querida Vera Garcia, falei na entrevista o que realmente existe em meu mais intimo ser…casei com 17 anos, fui mãe com muito orgulho dos meus três filhos e sou a vovó mais realizada deste universo. Sou feliz com tudo que a vida me ofereceu e oferece mesmo diante de tantas limitações que a vida ainda me impõe…O IMPORTANTE É TER PACIÊNCIA GARRA FORÇA DE VONTADE E LUTAR SEMPRE NA ESPERANÇA DE DIAS MELHORES E SE ALGO SAIR ERRADO, MESMO ASSIM VALEU POR SUA FORÇA DE LUTAR;SENDO POR ISSO UM GRANDE VENCEDOR.
Abraços e Sucessos Sempre !!!!


Vera Garcia

Vera Garcia

Por nada, Regina…
Eu que agradeço por conceder essa entrevista. Adorei conhecer sua história.
Sucesso e um grande abraço!!

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...