Seguidores

sábado, 17 de novembro de 2012

Test Drive – Chevrolet Spin


Matéria extraída da Revista Reação
Uma das apostas da nova fase da Chevrolet, o modelo chegou e agradou em cheio os consumidores com deficiência e suas famílias…
Recém lançada pela General Motors/Chevrolet, a minivan veio para ocupar o lugar da Meriva e da Zafira, oferecendo opções inclusive, com 7 lugares, porém, com uma ótima relação custo x benefício. É no pacote de itens e nos preços acessíveis em todas as suas versões, que a fábrica aposta para o sucesso da Spin.
Para que as pessoas com deficiência, curiosas em saber mais sobre o carro, mais uma vez em parceria com a fábrica (GM), a Revista Reação realizou uma bateria de testes, ficando com uma Spin LTZ –1.8 – automática – versão completa com 7 lugares, por mais de 30 dias. O carro foi adaptado com uma alavanca de freio e acelerador, e um pomo giratório no volante, instalados pela Cavenaghi (empresa líder em adaptação de veículos, localizada na zona oeste da capital paulista), também em parceria com a publicação, para a plena realização dos testes por pessoas com deficiência e nossa equipe exclusiva de consultores especializados.
Típico carro para toda a família, a Spin, além de ter ótimo espaço interno, ainda tem a opção de 7 lugares, mantendo mesmo assim, um porta-malas capaz de carregar a cadeira de rodas. Com o banco duplo traseira rebatido, o porta-malas fica livre, e é aí então que o modelo se torna ainda mais interessante para o consumidor com deficiência e sua família.
A Revista Reação vem testando vários modelos da Chevrolet, que lançou vários diferentes de uma só vez, e ainda promete novidades. Aos poucos, vamos apresentando aos leitores uma a um. A marca sempre foi conhecida por ter um dos maiores mix de modelos que atendem às necessidades das pessoas com deficiência, porém, ficou alguns anos sem grandes novidades, praticamente estagnada, o que refletiu sensivelmente na quedas das vendas para o segmento PcD, perdendo espaço para outras marcas. É sempre bom lembrar que a GM foi uma das marcas pioneiras no trabalho junto ao público com deficiência e chegou a liderar o ranking de vendas para o segmento num passado até nem muito distante assim. Ao que parece, a marca promete voltar com tudo e investir novamente nessa fatia considerável de mercado, trabalhando o consumidor com deficiência de forma mais enfática, acionando e incentivando sua rede de concessionárias espalhadas por todo o Brasil.
A Spin LTZ foi exposta à uma bateria de testes e todos que testaram o carro ficaram impressionados positivamente, e em todos os itens, como: conforto, acessibilidade, dirigibilidade, transferência da cadeira de rodas para o carro e vice-versa, espaço interno e de porta-malas.
Design, conforto, dirigibilidade, visibilidade, desempenho e espaço interno
O desempenho da Spin é bom. Nada de excepcional, mas responde bem aos comandos. A aceleração é perfeita. Meio pesada na arrancada, mas boa nas retomadas. A performance do câmbio automático de 6 marchas é boa, extremamente confortável. O carro não é dos mais silenciosos, normal para uma minivan. Mas chama a atenção a batida seca da suspensão traseira. O modelo, como é praxe da General Motors, é bastante confortável. A Spin é grande por fora e por dentro, o que deixa o motorista com deficiência com um bom espaço para sua acomodação. O mesmo já não ocorre com os passageiros do banco de trás, em função do espaço que o carro precisa deixar para a fileira escamoteável do banco de 2 lugares que se abre no porta-malas quando utilizados os 7 lugares.
Os bancos traseiros são bipartidos, o que aumenta ainda mais as possibilidades de configuração interna, um dos pontos altos do carro. O seu acabamento, pelo preço, também surpreende. É muito bom e vem ainda com rádio/CD/MP3 com entradas auxiliares e sensores de estacionamento. O banco do motorista, com regulagem de altura e sua anatomia, deixam o motorista com deficiência muito bem acomodado, dando a ele conforto e segurança ao dirigir. A posição de dirigir é boa e a visibilidade é ótima, proporcionada pela ampla área envidraçada do modelo e a altura que o motorista fica no carro.
O motor 1.8 Flex cumpre bem o seu papel. Tem bom torque e as marchas são bem escalonadas, com boas retomadas e com boas respostas, sem trancos nas passagens de marcha. A direção é gostosa, fácil de manobrar e segura na cidade e na estrada. O carro é estável nas curvas. Em termos de economia, quando se usa o etanol (álcool) como combustível, se sente mais consumo no ponteiro, porém, para o tamanho do carro e tudo o que ele oferece, não é nada de absurdo. Apesar de não ser um modelo dos mais “fotogênicos”, o design fica marcado pela nova característica da Chevrolet, onde todos os seus novos modelos vem mais ou menos com a “mesma cara”, explorando a tradição da marca com destaque: a gravatinha dourada na grade dianteira.
Acessibilidade e transferência
O fato da Spin ser uma minivan, mesmo que compacta de certa forma, facilita a entrada e a saída do carro para pessoas com deficiência ou até mesmo idosos. Para quem usa cadeira de rodas – tanto passageiros como motorista – e que fazem a transferência da cadeira para o carro e do carro para a cadeira, o modelo é muito bom. Para quem usa muletas, ou tem alguma dificuldade de locomoção, amputados etc… é super fácil o acesso ao interior do veículo e bem tranquilo. O ângulo de abertura de portas também é bastante razoável, facilitando para quem usa cadeira de rodas. Outro ponto que facilita a transferência, mas que neste carro só existe no lado da porta do passageiro, é a famosa alça de apoio interna no teto. Se esta peça pudesse ser também instalada pela fábrica no alto da porta do motorista – internamente – seria excelente e extremamente útil. Fica aqui a dica para a GM !
Os comandos de painel do carro, assim como os comandos que ficam na porta do motorista são bem fáceis de manusear. O ar-condicionado e outros botões do painel também são bem fáceis de manusear e acessíveis, inclusive as alavancas de seta, acendimento da lanterna e dos faróis e limpadores de párabrisa. Já o porta-luvas não fica numa posição das melhores. Porém, tanto o motorista ou usuário com deficiência, como sua família, tem no Spin um grande aliado. No geral, não há do que reclamar.
O porta-malas dá um show !!!
O “ponto alto”… “sem comentários”… “espetacular”… “maravilhoso” “fantástico”… “não dá para descrever”… Esses foram alguns dos comentários feitos sobre o porta-malas do Spin, pelas pessoas que testaram o carro e seus familiares.
Com o banco escamoteado o porta-malas do Spin é capaz de levar a cadeira de rodas sem desmontar. Tanto a monobloco como a dobrável. No caso da dobrável, tirando as rodas para acomodar melhor, o Spin leva, além da cadeira de rodas, também uma cadeira de banho. Perfeito para quem precisa viajar, pois ainda sobra um “espacinho para a bagagem”. Além disso, o modelo ainda oferece uma grande gama de possibilidades com o rebatimento dos bancos, oferecendo várias configurações internas de espaço. Excelente para quem precisa de espaço e de conforto ao mesmo tempo. Só quando a 3ª fileira de bancos está montada é que o porta-malas perde demais e fica pequeno, mas mesmo assim, ainda dá para levar a cadeira, do contrário, é enorme.
Quem testou, aprovou !!!
Luciano dos Santos, solteiro, 28 anos, paraplégico – cadeirante há 7 anos em decorrência de um acidente de moto, é designer gráfico e morador de São Miguel Paulista, zona leste da capital. Ele testou, aprovou e ficou encantado com o carro. “Dou nota máxima para o Spin”, comentou Luciano. “Confortável, seguro… ótima posição para dirigir, o volante é curto e anatômico, o motor é bom de retomada, a frenagem é segura e passa segurança mesmo… a estabilidade é muito boa também”, diz Santos.
Ele fez questão de elogiar a posição de dirigir. “Para quem tem lesão na coluna, o banco dá uma ótima posição, gostei muito”, afirma. Mas foi o porta-malas que também chamou a atenção de Luciano. “O porta-malas é a matriz do carro. Para o cadeirante é a grande chamada, o grande atrativo desse modelo. É um carro para toda a família… conforto garantido para todo mundo”, completa.
Fonte: Revista Reação
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...